Responsável pela segurança nas “casas da noite”.

Os responsáveis de segurança nos estabelecimentos de restauração e bebidas/casas da noite , ( ERB e para efeito deste artigo será assim designado), agora com a nova alteração trazida pela “lei 35”, obriga consoante as características a que este tenha, a um “operacional” com a especialidade de Diretor de Segurança, mas;

1 – Basta apenas fazer o curso e “somos” logo o responsável pela segurança nas “casas da noite”?

2 – Podemos ser da empresa e conjugar o nosso serviço de Segurança Porteiro (SPR) com o de “responsável”?

3 – A empresa que possa prestar serviço num ERB , em bom rigor, poderá “fornecer” o responsável de segurança pois já tem alguém no quadro com a especialidade ?

4 – Não temos responsabilidades acrescidas no contexto da casa da noite, caso a malta “decida amassar” (colocar isto nos termos mais conhecidos e desculpa pela palavra que não é de forma alguma a ideia geral, até pelos excelentes profissionais que por aí temos) alguém?

5 – Será?

De uma forma geral, a especialidade de diretor de segurança é vista como “apenas mais um”, não é visto como um investimento e uma responsabilidade acrescida caso exerça funções.

Deixando de fora as funções inerentes ao DS numa empresa titulada de alvará, será o assumir responsabilidade num ERB sem a mínima noção do que é a “lei”, como tantos gostam de frisar sem ter noção de com quem falam, assim tão fácil?

A verdade é uma, assumir uma posição de “RESPONSÁVEL” num ERB trará os seus problemas, especialmente porque o cliente, também ele, é DIRETOR DE SEGURANÇA”!!

A ausência do responsável acarreta o encerramento da “casa”, srº “dono do estabelecimento”!

A empresa de segurança privada que ali presta serviço, nada deverá ter a ver com o “responsável de segurança” no local, nada mesmo, sobre pena do exercício ilícito da atividade de segurança privada (julgo que nos cursos de 250€ e 430€ explicam isto). Não irei desenvolver este ponto pois somos todos profissionais e com a função vem a responsabilidade e obrigação de não aí andarmos de “olhos fechados”!

Estes DS´s de agora que virou moda ter mais um cartão sem as competências, será que estão munidos de “armas” para assumir uma enorme responsabilidade?

Não esquecer que em boa execução de funções , não é possível executar em termos práticos as duas ,isto como é óbvio para entendimento do ponto 2 acima referido.

Força Diretores de segurança.

By Cunha

Tinha 29 anos em 2000 , em que ano nasci eu ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: