uniformizaçãoUniformização

Uniformização

O estilo militar (uniformização) esteve sempre presente na roupa de hoje, com o passar dos tempos, inadvertidamente somos influenciados pela sua cultura.

Desde o chapéu ao cinto, do logotipo ao símbolo, dos óculos às meias, etc.

A título disso temos as calças com os bolsos laterias que se usa na segurança privada que deverá trazer aquela imagem de prontidão.

Claro está que tendo por base o valor que se paga pelo fardamento, as empresas terão tendência a comprar menos e o mais barato (apesar do que diz o CCT).

Quando uma empresa escolhe o fardamento terá tendência a escolher o que é mais usual, fácil de “arranjar” ou despachar.

Na minha ótica, andar com um uniforme “nível militar” no shopping estará errado pela imagem que irá passar, deveriam ter outro tipo de fardamento.

Claro que isto custo euros à empresa e o próprio funcionário não tem noção, infelizmente, deste custo.

Averbar o fardamento como todos sabemos perante o órgão de polícia competente tem custos e até chatices.

Uma empresa ao averbar o fardamento terá de ponderar efetivamente o futuro, muitas das vezes até correm o risco de não uniformizar os profissionais perante este aspeto.

A escolha do fardamento deverá visar, o mais prático, o mais barato, o mais versátil, daí optarem na sua maioria pela cor preta.

Uma empresa com uma farda munida de várias cores (embora goste especialmente de fardas francesas e até algumas americanas na segurança privada), claro está que o custo da farda triplica.

Para efetuar a compra clike no link – https://seguraveiro.com/vestuario/

 

 

Design sem nome 31 | Formação Profissional

Uniformização

valores baixos dos cursos de segurança privada
https://josecunha.pt/valores-baixos-dos-cursos-de-seguranca-privada/

By Cunha

Tinha 29 anos em 2000 , em que ano nasci eu ?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *