Vigilante transporte de valores.

Embora seja uma especialidade que ganhe relativamente bem, não nos podemos esquecer que além do risco é o trabalho em si que é stressante. Embora quem conduza não tenha muitas das vezes a noção do risco..! Pergunta eu, quantos condutores viram a ler o jornal, a fumar com a porta aberta da blindada, ao telemóvel, entre outros!! É uma especialidade com alguma dificuldade de “entrar”. As bases que servem este tipo de trabalho estão nas grandes metrópoles, mas é um serviço que para operacionais de “elite”.

Não quero com isto dizer que os já estão devidamente enquadrados nesta vertente, não são OPERACIONAIS!! São, se calhar, um pouco relaxados para a exigência do trabalho, mas é a minha opinião como é óbvio.

Uma das questões que colocam, será necessário ter carta de pesados? Legalmente não existe essa condição à frequência do curso mas em termos de operativa, percebe-se a razão pois poderá haver essa necessidade.

Uma especialidade de exigência para pessoas exigentes.

%d bloggers like this: